domingo, 11 de abril de 2010

Relíquias de Padre Pio serão transladadas para novo local


No dia 19 de abril, acontecerá a transladação da urna com as relíquias (corpo intacto) de São Pio de Pietrelcina da cripta do Santuário “Nossa Senhora das Graças” à Igreja dedicada ao santo capuchinho, informou nesta quarta-feira, 8, o Arcebispo de Manfredonia-Vieste-San Giovanni Rotondo, Dom Michele Castoro. Também nesse dia, começa o Capítulo Provincial dos Frades Menores Capuchinhos da Província italiana de “Sant’Angelo e Padre Pio”.
De acordo com o arcebispo, a transladação foi decidida “respeitando o tradicional culto das relíquias que caracteriza a devoção dos fiéis desde os primeiros séculos da história da Igreja e será realizada respeitando as normas canônicas”. O lugar onde será colocado o corpo de São Pio de Pietrelcina – explicou Dom Castoro – “permitirá a muitos peregrinos deterem-se em oração em um lugar mais amplo, mais acolhedor e rico em ocasiões de reflexão para um maior fortalecimento espiritual. O ambiente é constituído por mosaicos realizados pelo jesuíta Marko Ivan Rupnik”.
A urna que contém as relíquias do frei capuchinho de Pietrelcina será colocada dentro do pilar central, sobre o qual se apóiam todos os arcos de sustentação do edifício. A transladação será realizada no início da Celebração Eucarística, durante a qual será feita também a consagração do altar da Igreja de São Pio de Pietrelcina.
O frei Capuchinho nascido em 25 maio de 1887 na cidade de Pietrelcina, sul da Itália, e falecido em 23 de setembro de 1968 tornou-se conhecido por sua vida de oração, sabedoria como confessor, e pelos estigmas que carregou durante 50 anos. Os estigmas nas mãos, nos pés e no peito, como os de Cristo, foram recebidos em 20 de setembro de 1918 e, devido a tal fenômeno, o frei passou a ser chamado pela piedade popular de "santo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário